Você está aqui: Página Inicial > Adm. Indireta > PROCON > Notícias > Ação de renegociação de dívidas online pela plataforma www.consumidor.gov.br vai até o dia 31 deste mês

Notícias

Ação de renegociação de dívidas online pela plataforma www.consumidor.gov.br vai até o dia 31 deste mês

CONSUMIDOR.GOV.BR

A Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor Procon-PB continua com a Ação de renegociação de dívidas onde microempreendedor individual (MEI) e consumidor pessoa física podem realizar suas renegociações acessando a plataforma www.consumidor.gov.br em todo território nacional.

A renegociação de dívidas no consumidor.gov.br iniciou no último dia 8 e vai até 31 de maio com a participação das instituições financeiras. A ação é realizada pelo segundo ano e é resultado de parceria entre a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), o Banco Central, o Sebrae, a Febraban e a Serasa tendo como suporte os Procons de todos os estados do Brasil.

"Durante esse período será realizada uma força-tarefa das empresas e dos órgãos parceiros, que irão trabalhar no sentido de encontrar uma solução para resolver o problema apresentado de forma a deixar os consumidores satisfeitos e adimplentes com suas obrigações financeiras" explicou a superintendente do Procon-PB Késsia Liliana.


Para participar, o consumidor deve acessar a plataforma www.consumidor.gov.br e fazer o cadastro para receber um login e senha. A partir disso, basta selecionar uma instituição financeira cadastrada e formalizar a solicitação de renegociação de débitos. No momento da classificação do pedido ou reclamação, é importante selecionar no campo “Problema a opção “Dificuldade na renegociação/parcelamento de dívida. Já no campo “Descrição da Reclamação”, é preciso relatar o problema, informando que deseja participar da ação de renegociação de dívidas. Orientações sobre o cadastramento de usuário, registro e acompanhamento de reclamações podem ser obtidas no Guia do Usuário.

Veja aqui as empresas participantes.

A superintendente Késsia Liliana também informa que, "caso o consumidor não consiga o acesso a plataforma ou tenha alguma dificuldade, deve se dirigir até o Procon Estadual, no anel interno do Parque Solon de Lucena, próximo ao Cassino da Lagoa, para receber orientações e/ou acompanhamento de suas demandas", concluiu.

Voltar para o topo
Plataforma Padrão CODATA de Portais
Desenvolvido com o CMS de código aberto Plone