Você está aqui: Página Inicial > Adm. Indireta > PROCON > Notícias > Realizar compras para o Dia das Mães requer atenção para presentear com tranquilidade

Notícias

Realizar compras para o Dia das Mães requer atenção para presentear com tranquilidade

Dicas Procon-PB

A Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor Procon-PB enumera algumas dicas nesse período e aponta que pesquisar é sempre a melhor opção de compra, seja na loja ou via internet assim como checar diferença de preço de acordo com a forma de pagamento e estar atentos à segurança dos sites de compra, são regras básicas que garantem uma escolha segura na hora de adquirir o presente

Em vésperas do Dia das Mães há uma variedade de produtos e de preços que vale a pena pesquisar para satisfazer a Mãe, sem portanto, oferecer nenhum risco na aquisição da compra.

Dicas importantes:

* Observar as promoções, se for em material impresso levar o cartaz, folder, revista para comprovação e garantia que a oferta será cumprida;

* Anúncios de concorrentes também podem ser úteis nas negociações;

* Na compra de eletrodomésticos peça para testar o funcionamento. Se optar por produtos importados, confira se há assistência técnica e peças de reposição no Brasil;

* Comprar a vista é sempre a melhor opção;

* Cuidado com os juros altos e as contratações a créditos. Caso seja inevitável o parcelamento, verifique qual a loja oferece as melhores condições de pagamentos;

* Compras com pagamento no cartão de crédito devem ser conferidas se o preço é igual ao cobrado a vista. Se a loja cobrar um valor mínimo de compras não aceite, denuncie a loja ao órgão de defesa do consumidor, Procon-PB;

Atenção redobrada para as compras online

*Uma das dicas mais importantes para a efetivação da compra online é não realizá-las por meio de computadores públicos, como os das lan houses, escolas ou locais de trabalhos;

*É necessário verificar a idoneidade da empresa que vende pela internet. Cheque antes se a loja informa seu CNPJ e seus canais de contatos, como endereço, telefone ou e-mail, tudo isso é essencial para uma compra segura;

* Imprima ou salve em seu computador as páginas que detalham a oferta do produto (preço, prazo de entrega etc.) e que confirmam a efetivação da compra.

* Na compra online (pela internet), fique atento ao prazo de entrega para o presente não chegar depois da celebração.

Observação a política de troca

* A loja não é obrigada a trocar o produto se ela não apresentar defeito, nem mesmo quando se trata de presente, apesar de ser uma prática frequente nas redes de varejo;

*Observe, se o vendedor disser que a troca pode ser realizada, a promessa deve ser cumprida. Em João Pessoa, algumas lojas estipulam um prazo de 72 horas para as trocas acontecerem na loja após a compra, logo exige que tudo seja por escrito.

* O fabricante ou fornecedor tem até 30 dias para consertar o produto, segundo o artigo 18 do Código de Defesa do Consumidor CDC. Passado o prazo de 30 dias sem conserto, o consumidor pode escolher entre três opções: trocar o produto por outro da mesma espécie em perfeitas condições de uso; ser imediatamente restituído da quantia paga; ou ter abatimento proporcional de preço. O consumidor tem direito de optar pela solução que lhe for mais conveniente, independente da forma que pagou o produto (a vista, a prazo, no cartão, etc.)

* Bazares e lojas em liquidação nem sempre permitem trocas porque não dispõem de grandes estoques. Por isso confira a numeração do calçado, o da roupa, a medida do móvel, enfim, todas as informações que evitarão enganos ou transtornos.

A superintendente do Procon-PB Késsia Liliana lembra que “para qualquer compra peça sempre a nota fiscal com a descriminação do produto ou serviço detalhadamente”. Informa ainda que o órgão de proteção e defesa do consumidor está a disposição dos consumidores para dirimir qualquer dúvida e que, em caso de denúncias pode ligar o número 151, concluiu a superintendente.

 

Voltar para o topo
Plataforma Padrão CODATA de Portais
Desenvolvido com o CMS de código aberto Plone